05
Abr 10

 

 

Esta 6ª Feira Santa passada o Team reuniu-se para mais uma volta de bicicleta e desta vez à Citânia de Sanfins que é uma das estações arqueológicas mais significativas da cultura castreja do Noroeste peninsular.Citania de Sanfins

Eram cerca das 10h, quando o Team (Vitinha, Nelson, Serafim, Tozé e Paulo) começaram a pedalar debaixo de chuva que não largou o Team o dia todo. Partida em Valongo, partida essa para uma secção do percurso que é sempre a subir em alcatrão ate ao km 8, altura essa de entrar na Serra Agrela, com cerca de 4km de estradões de terra batida e algumas travessias de riachos.

 

Atravessada a serra da Agrela sinonimo de chegada ao concelho de Paços de Ferreira e com cerca de 15km quase sempre a subir. Já não faltava muito para a Citânia, mais uma parte de estradas de alcatrão e a chegada à Citânia com uma secção mais técnica com cerca de 2 km.

Chegados à Citânia de Sanfins e com 25km percorridos, à que restabelecer energias para o regresso, regresso esse pelo mesmo percurso e quase sempre a descer.

Regresso feito sem problema, com a excepção de alguma falta de treino do nosso DiLuca, que recentemente foi apanhado nas "malhas do doping" e…

Um passeio bastante bonito e agradável de fazer, mas na próxima ida à Citânia de Sanfins a partida é em Gaia!!!  

 

    

      1 Abraço      

 

 

 

publicado por Nikados às 17:17
sinto-me:
tags:

01
Fev 10

 

- Falta sempre mais do que aquilo que se pensa.

- O fim da subida não está depois da próxima curva.

- A água e a comida nunca duram o suficiente.

- Em casa, nenhuma barra energética sabe bem. Na serra, nenhuma barra energética sabe mal.

- As pedras e os buracos estão sempre no nosso lado do caminho. Os outros estão sempre no lado oposto para se poderem atravessar à nossa frente.

- A probabilidade de um jipe estar a entupir o caminho depois de uma curva cega aumenta proporcionalmente em relação à velocidade média da descida imediatamente anterior à curva.

- As pedras são atraídas para as rodas dianteiras. As rodas dianteiras são atraídas para os buracos.

- Os insectos voadores apontam sempre para os olhos ou boca, e atacam nas descidas.

- Estamos sempre em melhor forma do que julgamos, a não ser que estejamos em pior forma do que julgamos.

- As nossas últimas forças esgotam-se sempre no exacto momento em que aparece um puto esperto com uma bicicleta cara ou numa subida que não estava lá no fim de semana anterior.

 

publicado por Nikados às 19:17
sinto-me:

17
Jun 09

 

      Olá caros amigos!                                                                                  
Nos passados dias 10, 11 e 12 de Junho, os Nikados fizeram pela primeira vez os Caminhos de Santiago de Compostela. Eram cerca das 8 horas da manhã quando os Nikados Tozé, Nuno, Nelson, Serafim, Paulo P, Paulo G, Vitinha e o Ecobike Jorge Gigantones começaram esta aventura.
1º Dia Porto – Ponte de Lima
Um dia bastante cinzento com muita chuva que não largou o Team durante todo o dia, foi um grande baptismo e para nunca mais esquecer, pois foi um dia de muita morrinha e muita lama. Mesmo com o dia tão cinzento, o entusiasmo e a boa disposição sobrepuseram-se. Chegados a Barcelos, hora do primeiro percalço da volta, devido à chuva e à lama o Nikado Paulo G fica sem pastilhas e logo, vejam lá, a 50m de uma loja de Bikes que estava aberta num feriado, que sorte! Já com a fome apertar, estava na hora de encostar para o almoço, num restaurante bastante agradável e baratinho que o Jorge conhecia. Hora essa aproveitada para restabelecer energias, secar um bocado as roupas e tirar umas boas gramas de lama das bikes. Depois de tão agradável almoço, hora de retomar a estrada e seguir as setas amarelas até Ponte de Lima, com muita chuva, muita lama, alguma patinagem e com algum esforço suplementar, visto que muitos dos caminhos estavam completamente enlameados, o Team chegou a Ponte de Lima sem danos. Chegados a Ponte de Lima e com cerca de 95km percorridos, é altura de procurar a Pousada da Juventude onde o Team pernoitou. Encontrada a Pousada é altura de encontrar também o nosso primeiro apoio, o Osvaldo que nos fez o favor de levar os sacos até Ponte de Lima.
2º Dia Ponte de Lima – Pontevedra
Eram cerca das 8.00h, quando o Team se reuniu para o pequeno almoço e com a esperança de um dia de sol, assim foi, um dia excelente de Primavera. Esta 2ª etapa era tida como a mais difícil dos Caminhos, mas também a mais bonita a nível de paisagem, a mais espectacular a nível de trilhos e isso comprovou-se! Dia este com muitas paragens para  lanches,  lanches, lanches, bocadilhos, bocadilhos e bocadilhos… Paragens estas que deram para apelidar os membros do Team ( Armstrong, Pantani, Sastra, Endurain, Contador, Menchov, José Azevedo e o desenfreado DiLuca) e para conhecer outros “peregrinos” que também faziam os Caminhos e alguns deles espantados com tanta pedalada. Tudo correu sobre rodas, até que o Serafim partiu o dropout a cerca de 20km de Pontevedra, foi então necessário a ajuda da Cristina, da pequena Matilde e da Joana, que foram o nosso apoio no 2ª e 3ª etapa. Já com o Serafim e a bike na carrinha, é altura de recuperar o tempo perdido e pedalar a todo o gás até Pontevedra. Chegados a Pontevedra ( com cerca de 96km), mais propriamente ao Hotel Madrid e com algum tempo de atraso é altura de encontrar um restaurante aberto, o que não foi fácil. Uma segunda etapa excelente!!!!!!!!!!!!!
3º Dia Pontevedra – Santiago de Compostela
Eram cerca das 9.00h quando o Team se reuniu novamente e desta vez para a 3ª e ultima etapa. Etapa essa de consagração que começou por encontrar uma loja de bikes para consertar a bike do Serafim. Dropout montado na KTM do Serafim e com cerca de 2 horas de atraso, o Team começa a pedalar até Santiago. Um dia de bastante sol, boa disposição e com o acordo de não haver “ataques à camisola amarela”. Foram cerca de 60km de trilhos magníficos, com passagem por muitos espanhóis a desejarem-nos bom caminho, espanhóis que dão bastante valor a esta peregrinação. Eram cerca das 17h quando o Team chegou a Santiago de Compostela , altura de encontrar novamente com a Joana, a Cristina, a Matilde e o Mascote que fez o favor de nos ir buscar a Santiago. Findada a viagem de bike é altura de visitar a Catedral e voltar para a nossa Terra.
 
Aqui deixo um agradecimento especial aos nossos amigos Osvaldo, Mascote, Cristina, Matilde e Joana que nos deram apoio durante estes três dias fantásticos!
 
 
Para o próximo ano há mais!!!!!!    
1 grande abraço para todos    

04
Mai 09

Olá caros amigos!

  Esta sexta-feira passada, o Team voltou a reunir-se para mais uma nova etapa, desta vez, para uma volta de monte, em Pedorido. Eram cerca das 10.00h, quando o Team, que era formado por Vitinha, Paulo P, Nelson, Serafim, Paulo G e o Tozé começou a pedalar. Inicio em Pedorido, junto às pontes e por um trilho de terra batida com cerca de 3km, km esse onde a volta se apresenta no seu “melhor”, com uma subida exigente até ao Alto de S.Domingos. Com cerca de 4km e com um acumulado de 500m, a subida tratou logo de aquecer os músculos ao Team. Um a um o Team foi chegando ao Alto de S. Domingos, uns com mais facilidade, porque treinam durante a semana e outros com grandes dificuldades, porque não treinam. Aqui faço um aparte ao Nikado Nelson, pela boa forma que se apresentou, visto que já não andava de Bike à 3 semanas, também porque fez a volta toda com a pedaleira partida e ao Paulo P, por favor vê lá se treinas!!! Tirada a foto de família e com os líquidos restabelecidos lá aparece a primeira descida até aos 10km, e depois daí é um constante sobe e desce até à Ponte do Arda. Na Ponte do Arda e com 22km percorridos, é altura de uma paragem para um reabastecimento alimentar, desta vez umas sandes e umas peças de fruta. Com as energias estabelecidas o Team volta novamente ao monte e a subir até aos 30km e com o Paulo P a sentir algumas dificuldades a acompanhar o Team. Com 30km feitos é então que aparece a secção mais fixe desta volta, que são cerca de 2km a descer, com um acumulado de 380m até ao Rio Arda, onde o Team tem por obrigação fazer a travessia pela agua e molhar os pés e desta vez o único que conseguiu não os molhar foi o Serafim, que está em GRANDE. Com a travessia do rio feita e com os pés fresquinhos, o que não foi assim tão mau, já que estava bastante calor, é de novo altura para mais uma secção de sobe, sobe e sobe até ao km36. Feita esta ultima subida, é altura de acelerar até ao km40, onde era o final e estava à espera um lanche bem reforçado e merecido para estes Nikados. Este track tem muito sobe e desce, com muitos paus e pedras e as paisagens não são as mais bonitas, mas é fixe e para voltar a repetir!!!

Beijinhos e Abraços       

 

publicado por Nikados às 17:00
sinto-me:

27
Abr 09

 

 Olá caros amigos!

 

Eram cerca das 14.30h de sábado, quando os Nikados Bombas, Tozé, Vitinha, Paulo G, Paulo P e Serafim se reuniram para mais uma maratona. Desta vez, a etapa passava por prolongar a maratona da semana anterior. O inicio foi no "clube" e em direcção às bombas da Repsol na VL8, onde tem um track em terra porreiro até à marginal de Gaia. Com o Team entusiasmado e bem disposto, a passagem pela Afurada, Lavadores, Madalena e Francelos foi rápida, visto que a pedalada imposta de inicio foi elevada. Chegados a Francelos e com o Team já com o aquecimento feito, altura de mais um track altamente, desta vez um passeio de madeira até à EN109. Passagem por Arcozelo, novamente por um track de terra e lá estava S.Felix da Marinha. Com parte da subida já feita, são avistados dois Bikers em direcção contrária. Era uma Ferrugina e uma Haro verde inconfundível. Era o Nikado Toni, que está fora do activo acerca de dois anos, devido a uma queda de bike onde partiu um braço e o biker da Ferrugina é o Ricardo, amigo do Toni que o Team desconhecia. Escusado será dizer que o Team, tratou logo de os convencer a inverter a marcha e acompanhar o Team até à Barragem de Crestuma. Com oito elementos, o Team baixou o ritmo, visto que o Ricardo era "virgem" e o Toni está em baixa de forma. Já nos Carvalhos é altura de descer Pedroso até à EN222, onde tem a parte do percurso mais difícil, visto que são cerca de 5km a subir e um bom teste à forma do Toni, que respondeu à altura de um Nikado, fazendo a subida sempre em cima da bike e sem parar. Quanto ao amigo Ricardo, já teve mais dificuldades, visto que a maquina dele também não ajuda muito. Com os habituais "picanços", desta vez na primeira descida ganho pelo Vitinha, mas logo de seguida a levar duas ratadas. Uma na ultima subida com o Paulo G, onde levou meia subida de avanço e a ultima na parte final da descida, onde perdeu para o Serafim. Feita a travessia da Barragem, hora de pensar no lanche e aproveitar para descansar um bocado, porque a parte final da volta ia ser complicada, já que o Toni e o Ricardo vivem no Alto das Torres e até lá sobe bastante. Com o lanche tomado, é altura de pôr novamente as bikes a rolar em direcção à Ponte D.Luis. Feita a marginal até à Rotunda do Freixo, com o Paulo P a impor o seu ritmo, o Toni e o Ricardo começaram a ter os primeiros sinais de desgaste, sinonimo de pouco treino. Sendo assim, o Paulo P disponibilizou-se a levar o Toni e o Ricardo a casa e a volta acaba com a subida de Rei Ramiro até ao Candal e logo de seguida Coimbrões com 70km nas pernas. Foi fixe esta volta, já que encontramos um membro do Team que anda retirado à tempo demais!

 

1 abraço para todos e até breve!

 

 

publicado por Nikados às 14:28
sinto-me:

20
Abr 09

 

 

 

 

  Este sábado eram cerca das 15.15h, quando os Nikados arrancaram para mais uma etapa de preparação a Santiago de Compostela. Desta vez o Team estava composto com os seguintes elementos, o Bombas, o Paulo P, o Tozé, o Vitinha, o Serafim e o Paulo G. O tempo ameaçava chuva, o que não se veio a verificar, chuva nem vê-la!!! Saída de Coimbrões em direcção ao Continente e altura da primeira subida da etapa até ao Bairro do Cedro, foi bom para aquecer. Chegados ao Cedro, já quentinhos, novamente uma subida até ao Alto das Torres, nem deu para respirar fundo, pois não Paulo P? Galgada a subida do Alto das Torres, já com metade do corta-vento aberto, é altura de o abrir até baixo, porque ainda falta subir até aos Carvalhos. Já com cerca de 10km e grande parte deles a subir, o Bombas comunica ao Team que não está nos dias dele e que queria desistir. Nem pensar, os restantes elementos do Team trataram logo de o fazer mudar de ideias. Nada melhor que uma descida para animar um Nikado, descida essa dos Carvalhos até á EN222. Chegados à EN222, perto do Parque Biológico e com o Bombas mais animado, o ritmo da pedalada manteve-se baixo, visto que até à Barragem de Crestuma ainda sobe bastante, uma das subidas tem cerca de 2,5km. Com a Barragem já ali, altura de pensar no lanche. Umas sandes de presunto, uns rissóis, uns bolinhos de bacalhau, umas super, umas colas e a habitual foto do Team, o lanche estava tomado e de volta à estrada. Com as energias repostas e a boa disposição do costume, o Team chegou rapidamente ao Freixo. Altura essa de subir a Circunvalação até à Rotunda da Areosa, subida não muito exigente, mas um teste às capacidades do Paulo P. Desafio proposto, desafio vencido, boa Paulo P estás a andar melhor, mas não te esqueças de andar durante a semana. Com cerca de 55km, o Team já estava nas Antas e muito rapidamente na Avenida da Boavista. Finalmente uma descida, visto que a parte inicial da volta tem muitas subidas, bom para descontrair os músculos até à Foz. Com o Oceano Atlântico no horizonte dos Nikados, a boa disposição impera até que PUUUMMMM!!!!!!! O Vitinha espalhou-se todo, mas nada de grave, a não ser uma tatuagem na perna que diz: PUNHO (fica-lhe bem!). Passado o susto, o Team volta de novo a pedalar em direcção a Gaia, passagem rápida pela Ribeira e lá estava a travessia para Gaia, a Ponte de D.Luis. Eram cerca das 19.45h e com cerca de 75km nas pernas, quando os Nikados chegaram a Gaia. A maratona estava na fase final, quando no Cais de Gaia o Nikado Bombas tem que fazer um desvio para chegar a casa mais cedo (subiu Rei Ramiro sozinho e não teve medo!). Com o Team reduzido a cinco elementos, com a ameaça de chuva ainda mais presente e a fome a apertar, o ritmo da pedalada subiu bastante e com uma rápida passagem pela Afurada, Lavadores, Salgueiros, Madalena e a ultima subida da volta até Coimbrões. Eram cerca das 20.20h, quando chegados a casa e desta vez com cerca de 90km pedalados. Foi uma boa volta, com uma certa dificuldade física, mas nada que impressione os Nikados.

 

1 Grande abraço para todos! 

publicado por Nikados às 16:22
sinto-me:

18
Abr 09

 

 

Olá caros amigos!
 

Esta 5ª feira eram cerca das 21.00h, quando os Nikados se juntaram no “clube”para realizar um passeio nocturno. Desta vez o Team estava reduzido a quatro elementos, Paulo P, Serafim, Tozé e o Paulo G. Os faltosos ou “baixas no pelotão” foram as seguintes: O Nelson por motivos profissionais, o Bombas porque tem um torcicolo e o Vitinha teve literalmente medo do mau tempo que tem estado na zona de Gaia. Para estes dois últimos, aqui deixo 1 cumprimento (cachaço), porque andar de bike à noite é altamente!    Reunidos os bravos, tratou-se de pedalar, indecisos para onde ir e visto que era um passeio, o Team decide dar a volta à Circunvalação. Com a chuva a ameaçar, mas com a boa disposição do costume, o Team pedala até ao Cais de Gaia e em direcção da Ponte de D.Luis. feita a travessia da ponte os Nikados pedalam a ritmo de passeio até ao Freixo, altura que começa a subir até á Areosa. Com Team sempre descontraído o ritmo da pedalada aumentou, visto que a subida para a Areosa já deu para aquecer. Sendo assim rapidamente o Team chegou à Rotunda dos Produtos Estrela, logo de seguida passagem pelo Parque da Cidade e no fim da decida a Rotunda de Matosinhos, altura essa para a habitual foto. Registada a nossa figurinha, altura de montar nas Bikes e curtir o nocturno. Castelo do Queijo, Passeio Alegre, o novo Paredão da Foz (o Serafim queria ir ver por dentro, disse que tem umas escotilhas para ver por baixo de agua……!), e logo de seguida Ribeira, isto sim é que é curtir o Porto à noite! Chegados novamente a Gaia, uma outra foto e a Rua Rei Ramiro. Altura de “testar” o Paulo e ele a responder às expectativas galgando a subida. Eram cerca das 23.10h e sem encontro com a chuva, quando o Team chegou a Coimbrões com cerca de 40km realizados. Deu para matar o vício e será para repetir em breve, dessa vez com mais Nikados, esperemos.

 1 Grande abraço para todos!   

 

publicado por Nikados às 14:27
sinto-me:

11
Abr 09

 

 

 

    Olá caros Amigos!

 

Esta 6ª feira, foi dia de mais uma etapa de preparação a Santiago de Compostela, por parte dos Nikados. Desta vez oTeam estava quase completo, só faltou o Nikado Nelson (por motivos profissionais, e aqui aproveito para mandar 1ABRAÇO para o Nikado Nelson) e sendo assim os Nikados decidiram repetir a etapa da semana anterior, ou seja, Gaia -Vila do Conde -Gaia. Eram cerca das 9.30h, quando o Team se encontrou com a boa disposição do costume. O céu ameaçava chuva e estava na hora do Team começar a pedalar (9.50h). E assim aconteceu, as primeiras pedaladas foram na direcção da Ponte da Arrábida e em ritmo de aquecimento até Montes-Burgos, ao encontro das setas amarelas. Encontradas as setas, o ritmo da pedalada aumentou até Modivas. Altura essa em que apareceu a primeira chuva e toca a vestir o impermeável, porque “ela pegou-lhe certinha”. Chuva a MAIS…! Altura de encostar numa paragem de autocarros e ter a esperança que aquela grande nuvem negra passe rapidamente. -Parece que aliviou…! Exclama o Vitinha, cheio de vontade de pedalar e em "boa" forma, talvez o prémio revelação, que achas Serafim?       De volta à estrada e 2km percorridos a chuva volta de novo e com mais intensidade, altura de invadir propriedade alheia, era uma garagem a “dar de sopa” com a porta aberta. A chuva volta a acalmar passado uns 5 minutos. O Team volta de novo a rolar em direcção à ponte do Ave e de novo a chuva (prometo não falar mais de chuva) e nem paragens, nem garagens, á que levar com ela no “lombo”. Essa foi a última vez que o Team se encontra com essa maldita chuva. Chegados à ponte do Ave, altura da primeira foto e também para a única subida de registo na etapa (é curta e dura). Rates é o nome da terra onde as tão mencionadas setas deixam de ser úteis, visto que o almoço é em Vila do Conde. A pensar já no almoço, à que pedalar e aproveitar o sol radioso (até que enfim), que se pôs até ao final do dia. Eram cerca das 12.45h quando os Nikados chegam a Vila do Conde e com uma entrada triunfante (média de 18km/h (é bem bom!)) à procura de um sítio com frangos no churrasco, o que não foi fácil visto que é uma terra de pescadores. Com a ajuda de um agente policial (bófia) e de um transeunte, lá são encontradas tais aves raras na zona. Desossadas as aves, absorvidas as batatas e a broa e com as “Super” a fermentar, altura do habitual café. Mais algumas fotos para o álbum dos Nikados e regresso a Gaia (14.20h). Também desta vez pela EN13 até Modivas Sul, altura essa de fazer aquele desvio enorme que o Bombas e o Gigantones conhecem muito bem…. De novo na EN13, com o Team sempre em pelotão e chegados a Vilar do Pinheiro, altura de virar para Angeiras e aí sim, por um caminho que o Bombas conhece. Lá estava o mar de Angeiras e com aquela “besta desenfreada” sempre a puxar, o Paulo P. começa a ter os primeiros sinais de desgaste (dores nos lombares), sinal de falta de treino, mas nada de preocupar para Santiago, boa Paulo P.!!!!!!!        -Espera Vitinha! Foi a frase mais dita de Angeiras até à Foz (15.45h). Com o Paulo P em dificuldade física a pedalada baixou para um ritmo mais lento, altura de curtir a paisagem, Passeio Alegre, Miragaia e Alfandega frente a frente, Ribeira, Ponte D.Luis, Cais de Gaia, a magnifica marginal até à Afurada e a pior parte da etapa, quando o Team se depara com a situação de ver o PALACETE A SER DESTRUIDO???????!!!!!!!!!!  Vão ficar os vídeos e as fotos para mais tarde recordar e comento isto com tristeza. “Discutindo” sobre o assunto, os Nikados aproximam-se do final e da última dificuldade, se assim se pode chamar, a subida de Madalena até Coimbrões. Com o Team quase sem danos, digo isto, visto que o Paulo P já vem com dificuldades à cerca de 25km, e aqui também abro um parêntesis ao Bombas que surpreendeu pela positiva, com a sua razoável performance (e vê lá se andas à semana) e aos restantes Nikados os parabéns pela facilidade com que concluíram a etapa. Eram cerca das 17.15h e com 103km percorridos desta vez, quando os Nikados chegam a Coimbrões para terminar a etapa e com o sentimento de dever cumprido.

Bom treino e para repetir em breve.
Boa Páscoa e um abraço Nikado para todos!             
publicado por Nikados às 01:22
sinto-me:

05
Abr 09

 

    Olá caros amigos! Ontem, foi dia de mais uma volta para a preparação dos Nikados a Santiago de Compostela. Eram cerca das 8.30h (hora local em Coimbrões) quando os NIKADOS, Paulo Godoias, Serafim, Tozé e o infiltrado ECOBIKE Jorge Gigantones se encontraram para o habitual café matinal. Estava um dia com o céu bastante encoberto e um pouco fresco até, mas nada que incomodasse estes NIKADOS. Esta volta passava por fazer uma parte dos Caminhos de Santiago e foi isso que fizemos. Eram cerca das 8.45h quando começamos a pedalar em direcção à ponte da Arrábida, para apanharmos as setas amarelas que assinalam os caminhos dos peregrinos, perto de Montes-Burgos. Ao sair da ponte da Arrábida, o único percalço da volta, o Nikado Tozé fura um pneu no habitual salto... pneu mudado e aí vamos nós novamente em ritmo de aquecimento à procura das setas amarelas. 

Chegados ao cruzamento de Montes-Burgos lá estavam as famosas setas. Encontradas as setas o ritmo da pedalada aumentou, rapidamente chegamos à Maia, altura em que encontramos os primeiros peregrinos. Como os Nikados que se apresentaram neste sábado de manhã já estão em boa forma, chegamos à Ponte do Ave, com a média de 21 km/h, foi então que decidimos ir tomar o pequeno almoço a Vila do Conde. Deixamos de seguir as setas e fomos em direcção ao mar. Vila do Conde á vista, pequeno almoço merecido. Paradas as bikes, (às 11 horas) com vistas para a foz do Rio Ave , tratou-se de relaxar um pouco e restabelecer energias. 

Com a habitual boa disposição e o habitual café tomado, lá voltamos a Gaia (11.45h), novamente em ritmo de aquecimento e agora pela estrada Nacional 13. Todos entusiasmados com o faltava para pedalar, o Gigantones decide impor um ritmo mais elevado, altura essa, para uma pequena partida dos Nikados ao "Ecobike Gigantones", ele perdeu-se.......!

Reencontrados, pedalamos até Modivas, altura que decidimos ir por perto da praia. Um pouco desorientados, lá encontramos o caminho certo e mar à vista. Angeíras, Lavra, Leça, ponte móvel de Leça (altura essa, em que eu desci as escadas da ponte e me desencontrei do team por 5 minutos), Matosinhos (13.30h), altura em que saímos da confusão da estrada e entramos no Parque da Cidade e logo de seguida a avenida da Boavista (sempre na "talega"). Boa preparação da parte dos Nikados, visto que nesta fase já com 85km percorridos o Team manteve-se sempre junto e sem "danos". Travessia da ponte da Arrábida, com as habituais escadas e um pequeno single-track que vem direitinho à Afurada. Passada esta terra de pescadores, encontramos novamente o mar, mas desta vez o mar da nossa "querida terrinha". O final estava perto e chegados a Madalena é altura de fazer a ultima subida em direcção a Coimbrões. Por fim em Coimbrões, eram cerca das 14.20h e com quase 100km percorridos (96km já não é brincadeira, tratando-se de bikes de btt). Local de chegada é "sinónimo" de local de partida, pois, é a essa hora que o Team se encontra normalmente ao sábado e lá estavam os restantes Nikados, no local do costume, prontos para também eles se prepararem para Santiago.

 

P´ra semana há mais...   Foi excelente!!!!!!  

 

 

 

Boas pedaladas pessoal. 

 

Um abraço do Godoias

     

publicado por Nikados às 18:34
sinto-me:

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


PROXIMOS EVENTOS

MySpace Led Scroller
arquivos
MAPA DE EVENTOS
Santiago Compostela 09
comentários recentes
SAO DOZAPEDALADAS !!!!! ENTAO AMIGOS NIKADOS ESTAO...
Obrigado Vitor.1 Abraço
viva boa viagem para santiago ultreya
Quero deixar desde já os meu parabéns aos Nikados ...
este domingo fomos para o geres para montar um con...
Grande Mascote , ainda bem que gostas do blog dos ...
Ora pois muito bem...cá estive a ver o blog dos sô...
ENTAO ESTA TUDO BEM,DEMOROU MAS CA ESTA O POST.EST...
O Bombas nem dorme...Uma Orbea novinha em folha!!!...
Grande Ricas! O Team tem sempre lugar para ti.1 gr...
Gostei bastante dio documentário,espero para o ano...
besta desenfriada !!!!!! lollllll
ola pessoal !!! ta mais fixe o vosso blog ponham m...
Ola.Fala-vos o nikado gripado,mas ja esta quase bo...
NAO ESTOU !!!!! MAS VOU ESTAR!!!!! MAI NADA
Calma! O post está em edição...1 Abraço
entao as fotos lá da corunha...Corunha, Santiago d...
Ai esta ansiedade que nos mata...Essas pernas estã...
Olá David, gostamos muito do seu poema, relata bem...
Para os ditos…Com força para fazer verpartem à des...
Olá minha BESTA DESENFRIADA, ouvi dizer que te per...
Grande Serafim é só pedal é assim mesmo!O Vitinha ...
OLA.ATE QUE ENFIM QUE CONSIGO FAZER UM COMENTARIO,...
Olha quem é ele!!!! então amigo tá tudo bem por ai...
BEM NAO PODERIA DE MANEIRA ALGUMA ABANDONAR ESTE B...
ORA BEM CA ESTOU EU DE NOVO MALTA!SO DOIS COMENTAR...
Ora ora os meus manquinhos andam a treinar pra san...
Realmente, a sande não valia nada, a mudança de ta...
que doping? é só força nas pernas, são muitos anos...
SO MAIS UMA COISA NIKADOS....O SR. GODOIAS FEZ MEN...
...E O TEAM SEMPRE A CRESCER!!!